-->

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

TV Digital - Muitas Dúvidas

A TV Digital só vai chegar aqui em Recife em 2009, mas isso não me impede de ficar com uma pulga atrás da orelha assistindo ao show de (des)informação sobre a tecnologia que se vê na imprensa.

A primeira é a estória do "sem chuviscos e sem fantasmas".

Não que eu duvide disso. Simplesmente não é possível haver chuviscos e fantasmas numa transmissão digital, porque esses problemas são inerentes à tecnologia analógica de transmissão. O que eu não entendo é como, nas mesmas circunstâncias em que um receptor receberia um sinal fraco o suficiente para provocar chuviscos ou fantasmas, o sinal digital chegaria "melhor".

O sinal da TV Digital não está sendo transmitido por satélite, mas por UHF. Eu vi rapidamente uma reportagem sobre uma "possível" transmissão que poderia ser captada por parabólicas comuns, mas o fato é que na prática o que existe hoje é transmissão UHF. A banda UHF usa uma faixa de freqüências mais alta que VHF (a TV normal) e quanto mais alta a freqüência de transmissão, mais difícil fica superar obstáculos porque o sinal vai ficando mais e mais "direcional". E vocês sabem o que você pega quando recebe um sinal digital ruim?

Nada.

Esse é o problema. Em vez de chuviscos e fantasmas, o telespectador vai ver uma tela preta e muda.

Eu estava com essa dúvida, sem entender porque ninguém havia levantado essa questão antes e imaginando que houvesse algo que eu não sabia, até ler este artigo de uma "early adopter": a Sandra Carvalho.

Em resumo: não é diferente do que eu imaginava.

Editado: Neste review do conversor da Positivo, que inclui um interessante vídeo de demonstração, o quadro é pintado um pouco diferente. Se a intensidade do sinal estiver abaixo de 60%, realmente não há imagem, mas entre 61 e 79% há, mas com falhas. Em resumo, me parece que o sistema só é melhor que o atual se você tiver a sorte de captar o sinal com pelo menos 80% da intensidade original.

Honestamente, eu prefiro os chuviscos e fantasmas. Eu moro em um vale onde até a recepção VHF é prejudicada e agora estou achando que é melhor não criar nenhuma expectativa para 2009.

Outro problema é a recepção móvel. Do jeito que a imprensa fala, parece até que antes da TV Digital não existiam TVs de bolso ou TVs de carro. Caramba, eu tenho uma TV de bolso há mais de 6 anos, mas o problema sempre foi a qualidade da recepção e a necessidade de uma inconveniente (e geralmente insuficiente) antena telescópica.

Só que na primeira exibição de uma TV Digital de bolso (um modelo da Gradiente) o que eu vejo? Uma antena telescópica!

Como eu posso esperar receber alguma coisa no meu (próximo) celular?

Nota: É verdade que à medida que a freqüência aumenta, o comprimento de onda diminui e o tamanho das antenas é proporcional ao comprimento de onda. Ou seja: UHF requer antenas menores. Mas o simples fato de haver uma antena telescópica me deixa com um pé atrás.

Eu cheguei a me animar com o receptor de TV Digital USB que a Tectoy vai oferecer em janeiro, mas quando vi as especificações, me desanimei. Resolução de 320x240? Eu espero que isso esteja errado...

Editado: Não, não está errado. E é ainda pior.

Seguindo a dica do artigo de que o receptor era compatível com o padrão "1seg", cheguei a este artigo da en.Wikipedia, que confirma a limitação de resolução e ainda faz sérias críticas à tecnologia. Segundo o artigo, a recepção digital móvel desse padrão japonês não é nenhuma maravilha tecnológica.

Mais informações:

Alguém tem algo a acrescentar?

16 comentários:

  1. Intruder_A66/12/07 21:51

    Eu também tenho serias dúvidas sobre a TV digital, mas eu provavelmente não terei nenhum interesse em comprar o tal conversor, faz tempo que não vejo a TV aberta ( tenho Sky ). Imagino que depois que a poeira assentar ( o primeiro ano de implantação da TV digital ) eles vão propor a troca por um receptor que tenha maior resolução e saída HDMI ( apesar de ser TV digital a resolução é baixa e a compactação é muito alta a ponto de as vezes pixelar ). Se eles não fizerem isto vão perder muito clientes ( que estão deslumbrados pela TV digital ).

    Eu por exemplo estou namorando uma Sony Bravia de 40" , mas acho que elas vão cair bastante de preço ( não é full HD ), ou deve sair algum modelo full HD por um preço aceitável. E se eu comprasse uma dessas agora, além de pagar um preço mais alto, provavelmente ficaria meio decepcionado com a imagem com um DVD normal por vídeo componente ou ligado via PS2 na Sky ( o meu receptor RCA só tem saída PS2 ).

    ResponderExcluir
  2. Eu estou de olho na nova regra da Anatel que proíbe as empresas de TV por assinatura de cobrarem mensalidade por pontos extras. Este é o principal motivo para eu não ter TV por assinatura em casa, já que cada pessoa aqui que poderia contribuir com os custos tem interesses completamente distintos.

    No vale onde moro, a SKY é uma opção mais promissora que a TV aberta digital.

    ResponderExcluir
  3. Outro ponto nebuloso:

    Eu vou poder ter legendas e áudio selecionável na transmissão de TV aberta digital? O site oficial não é claro a respeito. Não estou vendo muita vantagem em assistir a novelas, telejornais e filmes dublados em alta definição e com áudio 5.1.

    ResponderExcluir
  4. Fiz um acréscimo ao post.

    ResponderExcluir
  5. Jefferson, a tecnologia permite sim a escolha de vários áudios e até mesmo legendas. Só depende da geradora em fornecê-las.
    Recomendo dar uma perambulada pelo HTForum, onde esse assunto tem fervido muito, nessas últimas semanas: http://www.htforum.com/vb/forumdisplay.php?f=101

    ResponderExcluir
  6. Por essas e outras que eu até estou feliz que aqui na minha região (RS) a TV digital TEORICAMENTE estará disponível somente do 2° semestre de 2008 pra frente... até lá a "poeira vai sentar", já saberemos como será realmente a qualidade de imagem/transmissão, as TVs (a maioria delas) já serão full HD e com conversor digital embutido... DAÍ é que eu vou "me coçar" e sair atrás de algo. Porque sinceramente: se é pra ver Gugu, Faustão, etc. em digital, prefiro esperar a Sky virar também 100% digital. ;)

    ResponderExcluir
  7. É o que eu sempre disse: de que adianta assistir novela e jornal em alta definição? Filme na TV aberta é dublado, com cenas cortadas e com intervalo, e só passa meses depois de estar na locadora e nos canais pagos.

    Pra assistir filmes, seriados e esporte que presta, só na TV paga mesmo. Então, quando a Sky começar a transmitir em alta definição (porque digital já é faz tempo) ai sim vai compensar gastar o preço de uma moto numa TV.

    ResponderExcluir
  8. O Brasil não usa o padrão japonês, e sim uma adaptação do padrão japonês.
    A principal diferença é a compressão de vídeo no padrão H.264 (no japão é H.262). O H.264 é mais moderno e 2x mais eficiente, mas os chips de decodificação ainda são caríssimos. O padrão europeu usa H.262 nas transmissões SD, e H.264 nas HD, o que faz muito mais sentido.
    Outra diferença é que aqui foi adicionada uma camada interativa, a "Ginga", que ainda não está disponível nos conversores atuais.
    O padrão brasileiro foi adotado também em El Salvador (o nosso padrão analógico, o Pal-M também é usado no Laos).
    A única parte do padrão brasileiro que segue à risca o padrão japonês é o subcanal móvel (1seg).

    ResponderExcluir
  9. Jefferson,
    da uma olhada nesse link , cada coisa inacreditavel !
    TODAS as tvs do brasil q se dizem HDTV na verdade nao sao ! e nao vai funcionar pq nao é o padrao q usamos...tera q esperar tvs nacionais com nosso padrao serem feitas ! inacreditavel
    TV A CABO vc tera q ter 2 conversores .. um para o cabo outro para tv aberta pq sao 2 padroes imagina ! rss sendo q estas setupboxs q estao a venda ainda nao é o padrao Ginga ! mais uma enganaçao...

    e muito mais coisas locas ! nesse link
    http://oglobo.globo.com/tecnologia/tvdigital/tireduvidas/default.asp?tema_id=75

    ResponderExcluir
  10. David,

    Bem lembrado. Os cortes que as emissoras abertas fazem nos filmes para ampliar a classificação ou, pior, para encaixar na grade, conseguem ser piores que a dublagem.

    Nesse caso, nem transmissão com áudio original e legendas adianta.

    ResponderExcluir
  11. Rodrigo,

    É verdade que somente agora começaram a ser vendidas as TVs com conversor embutido. Nenhuma TV comprada antes, mesmo marcada como "HDTV" tem conversor.

    É verdade que o termo "HDTV" está amarrado à transmissão digital então rigorosamente falando minha TV não é uma "HDTV". Mas se você olhar de perto o logotipo na frente do aparelho, está escrito "HDTV monitor". E aí começa a fazer sentido.

    "HDTV" e "TV Digital" são duas coisas quase distintas no Brasil, porque as TVs com suporte a alta definição começaram a ser vendidas antes da definição quanto ao padrão de transmissão da TV digital que ia ser usado. Você não precisa ter uma "HDTV" para ter TV digital e nem precisa de TV digital para usufruir de uma HDTV. Eu tenho uma HDTV e desde antes de comprá-la já sabia que precisaria comprar um conversor para receber o sinal da TV aberta digital.

    Não existe nenhuma incompatibilidade entre as "HDTVs" e a TV Digital. Basta colocar o conversor (seja o da TV aberta ou um por assinatura) que vou ter TV digital de alta definição (até 1080i, no caso do meu aparelho). "incompatibilidade" significaria ter que trocar de aparelho e não é esse o caso. Por outro lado, você pode comprar o conversor top de linha da Philips de R$1200 que isso não vai tranformar uma TV comum (não "HDTV monitor") em uma HDTV. Isso inclui muitas TVs de plasma vendidas no Brasil que, ridiculamente, não são HD.

    E o fato dos conversores à venda ainda não terem suporte a interatividade (o "Ginga") não é novidade. Até a imprensa comum já noticiou isso.

    ResponderExcluir
  12. Fora que esse Ginga é um troço absolutamente INUTIL, quando nada para quem tem internet.

    ResponderExcluir
  13. Rubens,

    O ginga é o software que vai dar interatividade à TV. Essa interatividade tem pouco ou nada a ver com a Internet.

    Pelo que sei, entre outras coisas, é o ginga que vai permitir que vejamos a programação do dia para o canal de forma similar ao que já ocorre na TV por assinatura.

    Acesso à internet é apenas uma das coisas que a interatividade vai permitir. Isso, claro, vai requerer que você já tenha acesso à internet. A TV só vai substituir o computador.

    ResponderExcluir
  14. ROBERTO VEIGA25/7/08 00:26

    Vamos lá...

    Sky sempre foi 100% digital porém, não é HDTV (alta definição. A produção da programação dos canais em sua grande parte não é digital, essa conversão e feita na hora da transmissão. Que tem um receptor de satelite bande C digital, pode assistir todos os canis do B3 com sinal digital, embora sejam analógicos "na fonte"!

    Jefferson, li outro dia dia um comentario seu: "... nunca vi caixa acustica com drive..." mas, tem sim, alguns auto-falantes de médios são compostos da corneta e do driveR(imã+bobina) a dúvida ´so sugiu por que seu leitor escreveu sem o R no final...

    ResponderExcluir
  15. Opa ! realmente a TV digital ainda é enganacao pura ...

    moro em BH e o sinal aqui chegou em abril e so temos 3 canais.

    semana passada comprei o tal XPS-1000 por 300 reais e chegando em casa tive a surpresa dos 3 canais (em resumo paguei 100 reais por cada canal hehe)
    entrei em contato com as emissoras daqui e necas ... nada de previsao...

    Mas ja que embarquei nessa nao vou devolver meu conversor


    o sinal é limpo mas ainda ocorrem muitos frame-drops, interatividade é um sonho ...
    pq os botoes nao fazem nada ...

    Os adaptadores USB sao uma enganacao pq aqui eles custam 250 reais so que sao equipamentos com custo real de 50 conto

    uma coisa legal que li num forum foi:
    Agora com a Rede TV! digital teremos o melhor sinal com a pior programação possivel... heheh

    ResponderExcluir
  16. Roberto,

    Jefferson, li outro dia dia um comentario seu: "... nunca vi caixa acustica com drive..." mas, tem sim, alguns auto-falantes de médios são compostos da corneta e do driveR(imã+bobina) a dúvida ´so sugiu por que seu leitor escreveu sem o R no final...

    Deu trabalho descobrir do que você estava falando. Finalmente achei o post.

    Lamento dizer, Roberto, mas você está 150% enganado.

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.