-->

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Sobre o Google Chrome

A primeira surpresa que tive com o novo browser da Google foi ter sabido da existência dele pelo Jornal da Globo ontem, antes de ter visto a notícia online. E eu passo mais horas por dia lendo no computador do que assistindo TV.

Instalei, estou testando e aí vão as primeiras impressões:

  • Não gosto de instaladores onde você só pode baixar um "stub" que depois baixa o resto pela Internet. Eu tenho neste momento três PCs em operação na casa e se eu quiser o Chrome em todos eles vou ter que baixar três vezes. Para demonstrar para um amigo ou cliente teria que esperar baixar antes. É pouca coisa, mas não gosto disso.
  • Importa favoritos, histórico de navegação e senhas do Firefox. Isso facilita enormemente para mim uma possível migração ou uso conjunto;
  • Muito esquisito. Não gosto de interfaces minimalistas assim como detesto controles remotos simplificados. Para conseguir acessar meus favoritos eu tive que procurar o jeito (CTRL+B) no help e eu não gosto de ser obrigado a ler o help nos primeiros dez minutos no software;
  • Muito poucas opções de configuração;
  • Não tem opção de salvar uma página como .MHT!;
  • É a primeira vez que vejo uma aplicação se instalar em Documents and Settings...Dados de Aplicativos. Isso para mim é comportamento de vírus. Quando percei isso fui verificar se outras aplicações legítimas tem esse hábito e encontrei algumas, mas a única relevante foi o Microsoft SyncToy. A maioria dos EXEs lá foram colocados pelo Google;
  • Compatibilidade parece ótima. Já visitei vários sites, incluindo meu banco, e tirando alguns pequenos problemas estéticos tudo parece OK;
  • Abrir o Shopfacil faz o Chrome saltar para 100% da CPU. Eu não uso o Shopfacil, mas isso indica um problema que pode aparecer de repente em outros sites; 12/12/08: Testei com a versão mais recente e não está mais acontecendo;
  • Gostei do recurso de destacar no endereço o nome do domínio;
  • Não gostei da ausência da barra de título, com o nome completo da janela onde você está;
  • Cada aba aberta no Chrome aparece como um processo diferente no Windows. Por um lado, isso tem tudo para ser bom, porque eu posso ver exatamente o que cada aba está consumindo em recursos. Por outro lado, não encontrei um meio de saber que aba corresponde a cada processo, então não adianta nada. Editado: explicado nos comentários.
  • Cada aba que você abre espreme o título das outras na janela até que não seja mais possível distinguir o conteúdo de cada uma delas. No Firefox além das abas rolarem lateralmente, existe uma lista lateral. Nesse momento o meu Firefox tem umas 190 abas abertas e já é um pouco difícil encontrar a aba que me interessa mesmo com a lista. Seria inviável navegar do jeito que estou acostumado usando o Chrome.
Podem haver meios de contornar todos os problemas. Mas o danado é que não devem ser nada intuitivos. No momento, muito mais motivos para não usar do que para usar.

19 comentários:

  1. Eu também fui surpreendido pela notícia na TV antes da net! (hehe)

    Verifiquei sobre o Chrome, mas não senti vontade de instalá-lo, até porque não vi nada nele que fosse melhor que o estado atual do meu Firefox 3. Além do que, não gostei da interface extremamente pobre dele. Gosto de softwares em que se pode executar qualquer tarefa com poucos cliques (passou de 3 já me desaponta), mas que tenham uma interface onde tudo esteja ao alcance do mouse.

    Quanto a abrir muitas abas no Firefox, eu uso o complemento Showcase que, com um clique, abre uma janela com as miniaturas das abas, tornando muito mais fácil localizar visualmente a que estou procurando.

    Nunca gostei daquela lista.

    ResponderExcluir
  2. Também fiquei encucado quando fui dar uma olhada no gerenciador de tarefas e todos os processo se chamavam crhome. Mas matei a charada logo depois, forçando erros do navegador, postei alguns sceens no meu blog:

    http://withoutbrain.blogspot.com/2008/09/google-chrome-instalado-e-funcionando.html

    ResponderExcluir
  3. Teilor,

    Pelo que entendi, o Chrome limita-se a informar quando uma aba não está respondendo. Eu não creio que isso ajude já que como as abas estão separadas em processos o próprio Windows pode me dizer que a aba não está respondendo. O que eu gostaria de que fosse possível é identificar que abas que estão respondendo mas se comportando de forma indesejável, como quando a aba do Shoptime consome 100% da CPU.

    ResponderExcluir
  4. "Cada aba aberta no Chrome aparece como um processo diferente no Windows. Por um lado, isso tem tudo para ser bom, porque eu posso ver exatamente o que cada aba está consumindo em recursos. Por outro lado, não encontrei um meio de saber que aba corresponde a cada processo, então não adianta nada."

    Caso uma aba trave, pelo gerenciador de tarefas do Google Chrome vc finaliza ela e não perde o resto do conteúdo. Achei uma estratégia bem bolada da Google. Nota 10 para isto.

    ResponderExcluir
  5. _EmErLoKo_,

    Mas eu concordo com você. Eu redigi mal o texto e deveria ter deixado claro que o que "não adianta nada" é poder ver o que cada aba consome em recursos.

    ResponderExcluir
  6. Eu fiquei sabendo da notícia no site do UOL ontem à noite e depois assistindo ao Jornal da Globo fiquei surpreso com a notícia sendo vinculada na TV. Baixei ele e pelo que notei, nessa versão beta, as coisas ainda não estão 100%, por isso, ainda, não concordo muito com as "exigências" do Jefferson. Tem muitos detalhes a serem finalizados, eu espero. O que notei é que ele carrega bem mais rápido as páginas. Algumas chegam a simplesmente "cair" de uma só vez sem aparecer trecho por trecho. A opção dos favoritos está a apenas 2 cliques lá no ícone de "ferramentas". Na minha opinião, ainda não substitui o meu IE 7 nem o FF 3.0.1, (questão de costume?) mas está instalado e não será removido.
    P.S.: 190 abas? Não sou adepto das abas, prefiro novas janelas. Mas, gosto não se discute. :D

    ResponderExcluir
  7. Juliano,

    A Google está eternamente em beta. Num software feito pela Google a palavra "beta" para mim não é desculpa para evitar críticas, porque a "versão final" pode levar anos para sair, se sair.

    E eu juro que não vira a opção "sempre mostrar a barra de favoritos" no menu Ferramentas. Provavelmente porque eu estava procurando por uma expressão mais curta. De qualquer forma aquele menu é tão espartano que eu deveria ter visto.

    Depois que eu me acostumei com as abas, trabalhar com janelas me incomoda. A não ser quando eu quero agrupar assuntos, pois aí eu abro uma nova janela e movo todas as abas daquele assunto para ela. Isso é especialmente útil porque o Firefox pode salvar e carregar todas as abas de uma janela em um grupo nos favoritos de uma só vez.

    ResponderExcluir
  8. Silvinho,

    Obrigado pela dica do Showcase!

    Fica um pouco lerdo com 190 abas e uma conexão saturada, mas no geral é muito melhor que a lista.

    ResponderExcluir
  9. Eu também falei um pouco sobre o Chrome no meu blog. O que eu mais não gostei nele foi a obrigatoriedade do uso do corretor ortográfico burro e inensinável.

    ResponderExcluir
  10. O chrome tem um gerenciador de processos próprio, onde se pode ver não apenas o quanto cada guia está consumindo, mas sim quanto cada aplicação no browser está consumindo, visto que aplicativos java e plugins em geral também são executados em processos independentes.
    O gerenciador é acessível através do atalho Shift + Esc.

    ResponderExcluir
  11. Para ver o que cada guia, bem como cada plugin, consome é só abrir o gerenciador de processos do chrome (shift + Esc) e para um relatório mais detalhado clique em "Estatísticas para nerds" ou digita "about:memory" na barra de endereços.

    ResponderExcluir
  12. Silva,

    Obrigado! Agora o Chrome está começando a ficar interessante para mim.

    ResponderExcluir
  13. Não tem opção de salvar uma página como .MHT!;

    E o FireFox tem? Porque, até onde eu sei, só o IE tem essa opção

    ResponderExcluir
  14. Marcio,

    Não, não tem. E eu reclamo disso aqui mesmo no blog há anos. Mas o complemento unMHT parece funcionar direitinho.

    ResponderExcluir
  15. Ryan,

    Outro complemento que uso é o Session Manager.

    Ele permite que se janelas com várias abas, inclusive dando nomes para elas.

    Quando desejar novamente ver aqueles sites novamente, é só escolher o nome salvo que elas abrirão.

    Muito útil em pesquisas e principalmente divisões de páginas por assuntos.

    Ele também mantém históricos dos últimos sites visitados. Muito bom.

    ResponderExcluir
  16. Aqui tem algumas dicas de extensões do Firefox que implementam recursos do Chrome: http://lifehacker.com/5044518/enable-chromes-best-features-in-firefox

    ResponderExcluir
  17. Olá Ryan,

    Eu vi o anúncio na página da própria Google. Uma das coisas que achei interessantes nele é a velocidade do javascript! Muito mais rápido que o Firefox. Outra coisa interessante é que ele já vem com um debugger de javascript e html alá "firebug" embutido, bastante interessante para desenvolvedores. Ainda no campo de desenvolvimento é legal utilizá-lo para testar compatibilidade com o Safari, já que a engine é a mesma (Webkit) inclusive os bugs, já saiu o primeiro patch.

    ResponderExcluir
  18. Esse vai ficar para muito depois. O Google bancava boa parte da Fundação Mozilla e agora, como fica?
    De qualquer forma, O único teste que fiz foi acessando a pagina de ajuda do meu provedor e não abriu o chat. Talvez um dia.

    ResponderExcluir
  19. E o IE 8?
    Depois de instalado o meu PC parou de abrir com duplo clique arquivos MDB (Access) que estão em copartilhamentos da rede local. Tanto faz, se o duplo clique for no próprio arquivo na pasta compartilhada ou em um atalho em pasta local que aponta o arquivo na pasta compartilhada.

    Sem falar que tudo ficou muito mais lento no IE. A história se repete a cada nova versão. Vai ver que a solução é a mesma: voltar ao 7 ou trocar a máquina por uma mais veloz, mais mem, mais HD, e com Vista.

    Para depois vir o Win 7... e... tudo de novo.

    Parabens pelo Blog!

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.