-->

domingo, 22 de março de 2009

A importância que dou à Reforma Ortográfica.

Resposta curta: zero.

Resposta longa:

Eu já estou muito velho, aos meus 37 anos, para reaprender o vocabulário. Eu já não consigo acertar 100% das palavras mesmo depois de ter lido centenas de livros (sem exagero) e milhares de páginas de jornais e revistas no vocabulário que aprendi ser o "correto". E agora, por um motivo que considero no mínimo esdrúxulo (para não dizer estúpido mesmo), eu tenho que corrigir até o que eu vinha escrevendo certo? 

Edit: Em geral eu recebo muito bem correções do que falo ou escrevo, mas se eu escrever qualquer palavra que esteja certa pela ortografia antiga e errada apenas pela nova, não perca seu tempo me corrigindo!

Não é o fato de "idéia" ter ou não acento que atrapalha a comunicação entre os países de língua portuguesa. Essa reforma ortográfica não vai impedir que um irmão nosso de Portugal chegue aqui e cometa gafes do tipo:

Na padaria: "Me dá um quilo de cacete".
Querendo agradar: "Sua filha é uma rapariga muito bonita".
No cinema: Tive que enfrentar duas bichas enormes! Uma para comprar o ingresso e outra para entrar na sala!

Ou que nós cometamos erros semelhantes lá em Portugal. Isso sim atrapalha a comunicação, porque embora quem sabe se limite a dar risada, quem não sabe pode ir da perplexidade à cólera rapidinho.  

Edit: Exemplos de títulos reais de filmes "família" em Portugal que aqui só seriam adequados em filmes pornôs:


E o mais hilário de todos (parece gozação, mas o título é esse mesmo):

No Brasil: Homens Brancos Não Sabem Enterrar

A reforma vai mudar isso? Claro que não, porque esse problema nada tem a ver com ortografia. Aí eu vejo as reportagens na TV tentando me convencer de que o acento em "pára" (do verbo parar) atrapalha a comunicação entre os países de língua portuguesa (não sei com quais, porque até em Portugal "pára" tem/tinha acento). 

Essa reforma só está dando trabalho em todas as áreas profissionais e jogando dinheiro no lixo com os livros didáticos (em todas as matérias) de outra forma perfeitamente bons que vão precisar ser descartados. E sem nenhum benefício, nem mesmo de longo prazo, para as pessoas afetadas por essa decisão.

E sabe quando eu vou me preocupar em corrigir qualquer uma das centenas de páginas que eu já escrevi na web e fora dela? Não sabe?

Nem eu.

24 comentários:

  1. Jefferson, esqueceu de mencionar como um português chamaria um menino (ou, como se diz aqui no RS, um guri) se estivesse aqui no Brasil... daí sim daria briga... :D

    ResponderExcluir
  2. Podem me chamar de antiquado, mas acho essa reforma ortográfica uma grande merda. Até posso entender que certas palavras percam o hífen, mas Microondas ganhar um (Micro-ondas)?!?!?

    ResponderExcluir
  3. É uma coisa bem chata mesmo essa reforma.

    P.S.: Microondas ganhou hífen?! Mas que m*rd*!

    ResponderExcluir
  4. Ganhou sim. E palavras como contra-regra perderam. Agora se escreve contrarregra. Assim com micro-sistema virou microssistema e auto-escola virou autoescola.
    Quanto a ganhar hífen, que tal um assunto recorrente nas manchetes dos jornais: sem terra virou sem-terra!
    Essa reforma ortográfica só serve mesmo para piorar a situação do bando de analfabeto que existe na internet escrevendo errado no MSN (ou WLM, que seja...).

    ResponderExcluir
  5. Silvinho,

    Na minha opinião, para os 75% da população brasileira que ou são totais analfabetos ou são analfabetos funcionais, as novas regras não fazem diferença. E para quem "eskreve axim", muito menos.

    As novas regras são um chute no saco mesmo é de quem já sabe escrever razoavelmente e está sempre se esforçando para melhorar. Eu não estou nem aí para respeitar as novas regras mas já antecipo a confusão na minha cabeça ao ler textos nas duas ortografias. P**ra, nem mesmo os estudiosos da língua chegaram a um consenso quanto à aplicação das regras e foi preciso esperar que o bando de burocratas da ABL publicasse o novo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, como se fosse uma Fiqh do islã.

    Isso seria cômico, mesmo, se não fosse trágico.

    ResponderExcluir
  6. A propósito, esqueci de apontar quem realmente ganha (a curto, médio e longo prazo) com essa palhaçada: as editoras.

    ResponderExcluir
  7. Não estou nem ligando para esta reforma.

    Não vou mudar minha forma de escrever por causa desta besteira.

    ResponderExcluir
  8. Se tivessem feito um referendo, esse troço não ser implantado. Não vi ninguém defendendo essa reforma.

    ResponderExcluir
  9. Tem coisa pior... já me disseram que se você quiser tomar uma injeção na bunda em Portugal, você deve pedir uma "p!ca no c*" .

    ResponderExcluir
  10. Intruder A624/3/09 09:55

    Jefferson,

    É triste, mas me sinto bem parecido com você ( e eu também leio pra c@cete ).

    Depois de mais de 4 décadas tentando aprender a escrever corretamente em português ( e sem conseguir fazer isto de forma perfeita ) vem um bando de imbecis filhos da p*** é querem que eu reaprenda tudo de novo ???

    Que merd@ !!!

    Vou continuar escrevendo da mesma forma que antes e que se dane a reforma ortográfica.


    Mudando um pouco de assunto, o que é que você acha da mudança nas tomadas no Brasil ??? ( pensando em imbecilidade me veio mais esta dos "burrocratas" ) Imagine eu ter que trocar todas as tomadas de casa e arranjar adaptadores para muitas destas novas tomadas para os eletrodomésticos antigos ou os importados. E o pior de tudo é mais uma vez somos os únicos do mundo a usar algo exclusivo ( será que temos mania de grandeza, ou será que é imbecilidade mesmo ??? ).

    ResponderExcluir
  11. Intruder,

    Eu estou protelando falar sobre o novo padrão de tomadas faz tempo. A princípio me parece apenas mais um exemplo da mania de grandeza tupiniquim (nós ainda vamos amargar bastante com o nosso padrão de TV digital), com você mesmo observou. Mas eu preciso primeiro experimentar o novo padrão para poder fazer uma crítica sólida. E ainda não tive contato com os novos plugues e tomadas.

    ResponderExcluir
  12. Intruder A624/3/09 11:14

    Eu já tive este desprazer quanto precisei de uma tomada para colocar numa extensão, e me deu trabalho de cortar a borda externa para que encaixasse o que eu ia ligar nela.

    Mas já tinha lido a respeito dessa determinação normativa, que infelizmente parece que veio para ficar, mesmo sendo um problema para todo mundo.

    Você é dono dessa área, mas acho que já estamos alongando muito este offtopic.

    ResponderExcluir
  13. Minha grande dúvida é: O presidente Lula saberá seguir a nova ortografia?

    ResponderExcluir
  14. Não creio que ele escreva uma linha sequer que não tenha que ser aprovada por um revisor, com ou sem a Reforma.

    Então para ele não faz diferença.

    ResponderExcluir
  15. Nossa! "Branco não sabe meter"...Filme pornô gay.

    Hein Jefferson, você já escreveu algo sobre o "nosso" padrão de TV digital?

    Gostaria de ler um texto seu sobre isto.

    ResponderExcluir
  16. Marileti Maria24/3/09 16:33

    Realmente, para o presidente Lula nada mudará...pena que o revisor não consiga controlar a língua do danado...

    "Eu me retiro dos EUA com a convicção de que a eleição do presidente OBRAMA é uma oportunidade para os EUA fazerem coisa diferente do que fizeram no século passado."

    Do presidente Lula, nos EUA, mas com saudades das coisas do Brasil (Revista Veja)

    ResponderExcluir
  17. Antes de aprovarem essa reforma retrográfica, deveriam, sim, investir na educação e nos professores. Como ensinar alguma coisa se nem ao menos muitos professores estão aptos pra isso? É um país da vanguarda da marcha ré. Tanta coisa pra se preocupar, sinceramente. Querer unificar uma língua que já é diferente há muitos anos nos continentes onde é falada. Eu só concordo com as palavras que têm letras "mudas" como óptico, sai o "p" pois não é pronunciado. A diferenciação de significado dessa palavra pela palavra ótico daria-se no contexto a que ela está inserida.

    ResponderExcluir
  18. Sem falar no príncipe 'Chavez' do Reino Unido. Nem os revisores do Lula sabem escrever. É dose.
    Concordo com o Jefferson.

    ResponderExcluir
  19. Rapariga é palavrão aí?Aqui no RS é apenas o feminino de rapaz, embora não seja muito usada atualmente.Sobre a eficácia da reforma ortográfica, não teremos mais legendas PT-PT e PT-BR??
    Jefferson, tu não teve contato com o padrão novo de tomadas?Se não me engano, somente podem ser vendidas a partir deste ano as novas tomadas.Os carregadores de celular já vem neste padrão há algum tempo.O problema nem é tanto o macho, pois é compatível com as antigas.O problema é a fêmea que é rebaixada e só aceita no mesmo padrão.

    ResponderExcluir
  20. Cerbero,

    1)Não é exatamente palavrão: é ofensa.

    2)É justamente esse o problema da reforma. As legendas PT-PT e PT-BR vão ter que continuar existindo, porque eu mesmo não suporto ler "casa de banhos" no lugar de "banheiro" e "pequeno almoço" substituindo o "café da manhã". E nada disso vai mudar. Mesmo com a reforma, nenhuma obra literária poderá ser vendida fora de seu país de origem sem causar ainda grande estranheza. A "tradução" que se faz hoje continuará sendo necessária.

    3)Aqui em Recife, pelo menos onde eu circulo e tirando o exemplo dos carregadores, o novo padrão parece estar sendo amplamente ignorado. Vale lembrar que também existe um novo padrão para tomada com aterramento e neste caso o plugue também é diferente do que temos hoje.

    ResponderExcluir
  21. hahahahaha,po branco não sabe meter é demais,a proposito todo professor que conheço não sabe todas as regras dessa mudança(nem eu)de vez em quando eu me confundo todo com isso.

    ResponderExcluir
  22. André Soto23/4/09 11:30

    Lucas, em Portugal "levar uma pica" é apenas uma forma que se costuma usar para as crianças. Entre adultos diz-se "injecção" (ou injeção, agora com a reforma), tal como aí.

    Sendo jornalista aqui em Portugal, a única coisa que esta reforma vai fazer é dar mais trabalho ao editor do jornal onde trabalho, pois eu não vou mudar a minha forma de escrever e é ele quem tem que corrigir. Tal como disse o José Saramago, também eu não estou com idade para reaprender a escrever.

    ResponderExcluir
  23. Intruder A623/4/09 13:03

    Ainda acho que em algum momento vai ter alguém com poder, e bastante bom senso, que vai abortar esta reforma ortográfica e voltar a tudo como era antes, porque se depender de mim não vou adotar esta coisa nunca.

    Ainda não consegui aprender a escrever direito, mas acho que melhorei um pouco nesses anos, e agora mudam tudo, assim não dá !!!

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.