-->

terça-feira, 18 de novembro de 2008

A síndrome das 12:00 continua firme e forte...

Só mudaram os sintomas.

Para quem não está familiarizado, "the blinking 12:00 syndrome" é uma expressão que remonta desde o tempo em que os VCRs se tornaram populares. A mistura da dificuldade para acertar o relógio dos aparelhos com o fato de que a maioria esmagadora perdia o ajuste na primeira queda de energia, fazia com que a maioria dos proprietários acabasse desistindo e deixasse do jeito que estava, exibindo a hora errada mesmo. Como muitos aparelhos enquanto não fossem ajustados ficavam exibindo a hora piscando e começava por 12:00, surgiu a expressão "the blinking 12:00 syndrome". As únicas vezes em que eu me submetia a acertar o relógio de um VCR era quando a hora tinha que estar certa, para fazer uma gravação programada. 

Fazia? Ficavam? Perdia? Que nada! 

Isso vergonhosamente acontece até hoje, porque os fabricantes teimam em não colocar um RTC (Real Time Clock) para alimentar o relógio interno. Se os fabricantes de motherboards podem colocar um RTC com uma bateria CR2032 e fazê-la durar cinco anos, por que os fabricantes de outros eletrônicos não podem? E a desculpa do preço final do produto não cola, porque isso está acontecendo em produtos que custam mais de R$4000!

Nota: fazer com que o relógio permaneça funcionando mesmo desconectado da tomada requer mais que uma bateria. Conectado à tomada o aparelho pde usar a freqüência da rede elétrica como referência para sincronizar o relógio, mas desconectado ele precisa de um circuito RTC, que consiste basicamente num gerador de pulsos de 1Hz (preciso) e uma bateria, além do circuito normal de qualquer relógio. Nada caro ou complicado nos dias de hoje, pois perceba que qualquer rádio-relógio vagabundo já tem um tipo de RTC incluso, só não vindo com a bateria (você tem que colocar uma, de 9v). 

Eu fui chamado por um cliente para montar um rack de audio/video e me deparei com o problema. Tá, não tinha nada de informática no negócio, mas eu conheço toda a teoria necessária, gosto do trabalho (quando adolescente eu fazia parte de uma "equipe de som") e o cliente estava me pagando por hora do mesmo jeito, então...

Depois que já estava tudo montado e funcionando, o cliente precisou ir atender uma visita e decidi ajustar os componentes que estavam exibindo a hora errada:
  • VCR Panasonic - Esse é bem velho;
  • Gravador de DVD Samsung DVD-VR375 - Sem HDD, recém trazido de uma viagem aos EUA;
  • TV Sony Bravia KLV-46V410A - LCD 46" FullHD;
Eu não botava muita fé no VCR "segurar" o ajuste, mas para o meu espanto todos os aparelhos perderam a configuração da hora na primeira vez que o filtro de linha do rack foi desligado. O VCR fez o tradicional, piscando "12:00", mas a TV e o gravador "inovam", deixando apenas um "--:--" onde deveria estar a hora. Menos irritante que ficar piscando, admito.

Pensando bem, o Micro-System Philips FWM57-19 que minha mãe comprou há quatro anos por cerca de R$1200 tem o mesmo problema (estranhamente, não perde as estações programadas) e eu pensando que ela tivera apenas má sorte ao escolher o modelo (está no manual que o aparelho perde o ajuste ao ser desligado da tomada).

8 comentários:

  1. Achei que fosse só eu que me irritasse com isso. é uma vergonha mesmo Ryan.
    Abraço
    Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Ryan, um bom tempo atrás (10 anos?), quando ainda se lançavam videcassetes VHS, a Panasonic inovou neste campo.

    Todos os videocassetes de sua nova linha, na época, vinham com a bateria e circuito interno de relógio, clamando manter a hora certa pelos cinco anos de praxe.

    E o legal era que o relógio vinha acertado de fábrica .

    Ou seja, era plug and play, e nunca (em tese) precisava ajustar a hora.

    Este VHS Panasonic com que você lidou deve ser muito antigo mesmo, anterior a esta linha.

    ResponderExcluir
  3. A maioria das TVs e alguns rádios digitais utilizam uma eeprom para manter os ajustes do sintonizador...

    ResponderExcluir
  4. Intruder A618/11/08 15:14

    Isto é mesmo bem irritante ( e injustificado ), mas resolvi este problema colocando um nobreak ( um APC de pequena capacidade, tamanho e custo ) no meu gravador de DVD com HD, o RJTeck 2100.

    Acho o fim da picada a porcaria de uma TV LCD, que me custou 1800 reais, não mantem a hora, resolver este problema não custaria para o fabricante nem 5 reais ( chutando por cima ), e ninguém reclamaria desse custo a mais ( e nem perceberia ).

    A vontade que dá é meter nobreak em tudo ( o que seria bem caro ), e estes putos não podem gastar nem uns 5 contos para acabar com esta estória. É raro algum destes aparelhos que tem relógio preservar a hora numa falta de energia ( microondas, receiver, gravador de DVD, TV LCD, TVs em geral e por ai vai ).

    ResponderExcluir
  5. Os dois últimos VCRs que eu tive, ambos da Philco, lembravam a hora, sim, só variando por quanto tempo. Quedas de luz não me eram problema, se elas não fossem muito prolongadas para o mais velho dos dois, que "perdia tudo" (hora, configurações, agenda de gravação) depois de umas 2h.
    Já o último, depois que o aposentei, cheguei a ficar DIAS com ele fora da tomada e, por teste ao religar, tive a agradável surpresa de ver que ele ainda estava marcando a hora certa, com um leve "drift", mas coisa de 2 ou 3 minutos apenas. Agora tem mais de 12 meses que ele está fora da tomada, e quase certamente quando ligá-lo estará marcando as malfadas 12h.
    Outros aparelhos que marcam hora lá em casa são a TV da sala (uma Philips tubão 29") e o Som (Philips também). Com esses dois, é só piscar a luz que a hora já se vai embora, mostrando --:-- em ambos (no caso da TV, só quando se aciona pelo o display da hora pelo controle)

    ResponderExcluir
  6. Olá Jefferson!

    Más é estranho mesmo o comportamento destes VCR. Tenho um som CCE modelo 4 em 1 (LP-CD-K7-Radio, antigo né? mas ainda ta aqui firme e forte), comprado em 1998 que possui sintonizador digital e memoria pra 16 emissora de FM e 8 de AM, uma vez programada a memoria, mesmo tirando da tomada ela fica armazenada por 7 dias (sim, eu contei), agora o VCR SEMP, tirou da tomada, ta lá os 12:00 piscando, vai entender né?

    Um dia melhora...

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho um vídeo cassete que comprei a uns 10 anos e que até hoje a hora está correta, nunca perdeu nenhuma configuração.

    A marca dele é Panasonic, mas não lembro o modelo.

    Nós não o usamos a uns 2-3 anos, mas ele fica na estante para podermos ver as horas por ele.

    ResponderExcluir
  8. EU TINHA UM DA PHILCO-HITACHE QUE FICAVA MARCANDO OS DIAS DA SEMANAS,QUANDO TIRAVA DA TOMADA E COLOCAVA NOVAMENTE NA TOMADA,A HORA DESPROGRAMAVA,COMPREI OUTRO VIDEO CASSETE EM 1999 DA SONY,DAÍ PROGRAMEI A HORA,UM DIA ACABOU A FORÇA COM ELE PELA 1° VEZ,DAÍ A FORÇA DEMOROU CERCA DE 4 HORAS,DAÍ FIQUEI PENSANDO EU TEREI QUE PROGRAMAR TUDO DE NOVO,QUANDO A FORÇA CHEGOU A SUPRPRESA A HORA ESTAVA PROGRAMADA.


    DAÍ VI QUE O VIDEO CASSETE PODIA FICAR ATÉ 10 HORAS HORAS FORA DE TOMADA QUE ELE NÃO DESPROGRAMAVA.


    HOJE EM DIA ELE FICOU MALUCO,A PROGRAMAÇÃO DELE CAÍU PRA 2 MINUTOS.

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.