-->

domingo, 8 de março de 2009

Termos de um contrato (insano) da CLARO.

É, ao contrário da maioria dos brasileiros, eu tenho o hábito de ler. Até mesmo contratos.

Contrato de Concessão de Benefícios Comerciais - Desconto para aquisição de aparelho - Pré-Pago


bla, bla, bla, bla...

e)Declaro, expressamente, aceitar o recebimento de mensagens (SMS) de cunho publicitário enviadas pela CLARO e pelos seus parceiros para o meu aparelho celular.


Eu não sei se considero isso um abuso ou um insulto. E francamente não entendo porque alguém em sã consciência iria querer (ou mesmo suportar) receber publicidade no celular. Mas eu também não entendo por que alguém assina um contrato sem ler.


Eu estava indignado com o contrato. Quase "soltando fogo pelas ventas". Mas então vi isso logo após o campo de assinatura:

[ ] A despeito do que está previsto no item "e" deste termo de contratação, declaro, expressamente, que não quero receber mensagens de cunho publicitário enviadas pela CLARO e seus parceiros em meu aparelho celular.

Ahhh. Bom...

3 comentários:

  1. como a rival deles dizem, "isto é um absurdo"

    ResponderExcluir
  2. PQP (abreviei para não dizer por extenso), queria ter lido isso anteontem...

    Acabei de comprar um Nokia E71 pré-pago na Claro ontem (perdi meu N-Gage que me acompanhou por 4 anos).

    Confesso que não li, só assinei.
    (E toma SMS spam, para deixar de ser trouxa...)

    ResponderExcluir
  3. ...E eis que, na mesma data do meu comentário anterior, me devolvem o N-Gage... o taxista onde eu havia deixado cair o meu companheiro de 4 anos ainda levou R$75 de gorjeta (a corrida até a minha casa).

    Todo mundo feliz...

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.