-->

quarta-feira, 2 de julho de 2008

O golpe Embratel - Livre

Esse tipo de golpe não é nenhuma novidade. Estou apenas fazendo o meu registro aqui, porque às vezes parece que essas coisas só acontecem bem longe de nós.

Eu estava do lado de uma de minhas clientes em sua empresa quando esta recebeu um telefonema na sua linha Embratel Livre (ex-Vesper). A pessoa que ligou disse ser da Embratel e que havia sido identificada uma clonagem da linha e várias ligações internacionais tinham sido feitas pelo clone mas que o golpe havia sido identificado pela Embratel e que eles estavam ligando apenas para confirmar umas informações pessoais.

Minha cliente, já ciente de que essas coisas são suspeitas, pediu um telefone para que ela pudesse ligar de volta. O individuo forneceu um número.

Ela desligou e veio pedir minha opinião. De cara eu achei que havia algo estranho com o número fornecido, que tinha o formato 014 21 xxxx yyyy. O número não se parecia em nada nem mesmo com um número comercial e muito menos com um número de uma empresa de telefonia, que geralmente são bem distintivos. Eu sugeri à minha cliente que em vez de ligar para o número fornecido ligasse para o número da Embratel que constava em seu contrato.

Enquanto ela procurava o número, chegou outra ligação (não se passaram nem cinco minutos), desta vez à cobrar e de um número sigiloso. Muito estranho, mas o filho da cliente atendeu porque às vezes os funcionários ligam dessa forma. A pessoa do outro lado, óbviamente um estranho, foi logo afirmando que eles não iam pagar pela ligação porque o telefone era um Livre.

O filho da cliente, que não é nada bobo para essas coisas, desligou.

Enquanto minha cliente ligava para a Embratel eu verifiquei pelo Google que '014' é o número de operadora da Telefónica. Ora... um funcionario de uma operadora de telefonia jamais sugeriria que você ligasse para eles usando uma operadora concorrente. O número fornecido para ser minimamente verossímil precisaria começar com '21 21' (operadora Embratel + DDD do Rio de Janeiro).

E minha cliente confirmou já na primeira ligação que o número não era da Embratel. Mas ela só ficou tranquila após a terceira pessoa confirmar que não havia nada de errado registrado em sua linha.

E se o golpista tivesse fornecido um número mais digno de confiança?

Na dúvida, tenha em mente o seguinte:

Sempre ligue para a operadora pelo número que você conhece. Não dê qualquer informação (ou qualquer confiança) para alguém que ligou para você. Na eventualidade de que a ligação tenha sido legítima, você sempre poderá alegar mais tarde que ela foi feita de modo que não podia ser diferenciada de um golpe.

Em caso de clonagem a operadora não tem como diferenciar o telefone legítimo do clone e ligando para o cliente poderia estar ligando para o golpista. O único "modus operandi" que faz sentido para a operadora é bloquear inteiramente a linha e esperar que o cliente ligue reclamando para só então deixá-lo ciente da situação. Depois enviar para o endereço cadastrado do cliente um novo telefone com um novo SN/IMEI, pois o telefone clonado não pode mais ser reativado a não ser que seu SN/IMEI seja mudado.

3 comentários:

  1. 014 é Brasil Telecom

    015 é Telefonica

    Abs

    ResponderExcluir
  2. Seu relato foi muito ultil , ja passei por situação semelhante.

    ResponderExcluir
  3. interessante.ótimo. devo pedir para a instituicao manter a linha do fone bloqueado.

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.