-->

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Mais modems ADSL

Eu acabo de incluir na minha página de modems ADSL fotos e informações de hardware dos seguintes modems:

  • D-Link DSL-500B;
  • D-Link DSL-500T;
  • Efficient Networks Speedstream 5200 E240

Já tenhos as fotos, mas serão incluídos outro dia:

  • 3Com HomeConnect;
  • 3Com OfficeConnect;
  • Speedstream 4200;
  • Speedtouch 510 v6

13 comentários:

  1. jeferson
    sobre o modem da siemens,não tenho 100%de certeza,mas da pra usar roteado pela usb tambem,é só instalar um driver que mostra a usb como placa de rede.no 4200 eu ja fiz e deu.
    Davi

    http://support.frontiernet.net/drivers/ss_5200.zip

    ResponderExcluir
  2. Davi,

    Quando eu falei em "rotear" estava pensando no principal motivo que leva uma pessoa a usar um roteador: ligar mais de um PC.

    Eu entendo que seja possível usar o modem roteado pela USB, mas como ligar mais de um PC?

    Eu acho que a utilidade disso é poder ter um PC na USB e outro na Ethernet, certo?

    ResponderExcluir
  3. Ryan,

    Parabéns, agora só falta o do E270. :)

    O conector J5 do SS5200 serve para conectar um cabo serial para realizar a recuperação do mesmo em caso de "morte subita"

    http://www.dslreports.com/forum/remark,11083613~mode=flat

    []'s
    Daniel

    ResponderExcluir
  4. Tanto dá para usar pela porta USB como também é possível usar ambos ao mesmo tempo, USB e Ethernet. E os dois PCs se enxergarão normalmente, também. Para dois micros, sendo um deles próximo ao aparelho, é uma mão na roda, e poupa a necessidade de se adquirir um hub/switch para isso.

    ResponderExcluir
  5. Kenshin,

    Eu tentei fazer isso há pelo menos dois anos com esse mesmo E240 que está comigo e não teve jeito de fazer a USB funcionar ao mesmo tempo que a ENET, por iso nem citei a possibilidade.

    Como o modem voltou para minhas mãos eu vou experimentar novamente.

    ResponderExcluir
  6. Daniel,

    Eu já sabia que um Speedstream permitia a recuperação, mas por algum motivo estava achando que fosse o E270.

    ResponderExcluir
  7. Intruder_A69/11/07 23:21

    Tenho um SS5200 E240 ( firmware 004-E240-A21 ) compartilhando o Velox de 1Mb aqui no condomínio ( que eu acesso com privilégios de ADM ), o modem é realmente muito robusto e bastante confiável, está há vários anos trabalhando aqui sem nunca dar dor de cabeça ( a não ser quando tento fazer alguma experiência com ele ).

    A questão é ( pergunta é para todos aqui no Blog ):

    Onde eu posso encontrar dicas de como bloquear serviços no modem SS5200 ( como, e o que significam as opções oferecidas nas configurações avançadas do Firewall ??? ) ? Eu até que consegui bloquear Emule e outras conexões P2P ( às vezes o pessoal abusa aqui ), mas teve efeitos colaterais como bloquear também o Skype ( ai fica bem difícil ). E em outras oportunidades acabei bloqueando tudo, inclusive a conexão de Internet ( só consegui fazer voltar ao normal dando o reset lógico, ainda bem que não precisou do físico ).

    Será que existe algum firmware com recursos de gerenciamento melhores, que permitam por exemplo, recursos de QOS ou que pelo menos seja mais fácil implementar restrições aos usuários ?

    ResponderExcluir
  8. Intruder_A69/11/07 23:35

    Eu até tenho um outro SS5200 E240 escangalhando ( que encontrei meio esmagado na rua ) aparentemente ainda com a conexão ao micro operacional, pelo menos eu acho que estava comunicando. Preciso fazer uns testes ( lembrei disso agora ), mas pelo adiantar da hora vai ficar para depois.

    Eu peguei porque, entre outras coisas, tinha uma fonte chaveada de 12V 1A ( muito útil e funcionando perfeito ), e mais umas coisinhas que vinha junto da caixa ( ele estava numa caixa de papelão com a qual a Telemá costumava fornecer para os clientes ).


    Jefferson, se você se interessar eu passo para você ( apenas o modem ), pois para mim ele não tem utilidade ( imediata pelo menos ).

    ResponderExcluir
  9. Jefferson, eu tenho uma dúvida antiga.

    Muita gente risca o serial number das etiquetas dos aparelhos quando os fotografa e publica, e recomenda que os outros também façam isso.

    Como alguém poderia se aproveitar disso e me prejudicar, quando eu não risco? (como fiz na foto da etiqueta do DVP5980 no fórum)

    E no caso do MAC, que você apagou/riscou nas fotos do modem? Como eu poderia te prejudicar sabendo o MAC do teu modem?

    ResponderExcluir
  10. Rafa,

    Eu tenho apenas suspeitas e removo essas informações por precaução. É impressionante o que estelionatários conseguem fazer com informações pessoais suas. Como um exemplo fraco,alguém poderia vir na minha casa dizendo ter sido mandado por mim e convencer minha mãe a entregar minhas coisas porque sabe o número de série delas (algo semelhante já aconteceu com um amigo).

    O caso do MAC pode ser mais sério. Alguém querendo invadir especificamente minha rede pode eventualmente me encontrar fazendo uma varredura na rede da Telemar. Um esperto conhecendo bem uma vulnerabilidade específica do XP poderia aproveitar minha informação de que eu "não atualizo o XP" e de posse do meu MAC estar a um passo de ferrar comigo. Não é tão simples assim porque uso Firewall e NAT, mas achar que se está seguro demais é pior que não estar seguro.

    Por esse mesmo motivo, não é uma boa idéia usar nenhuma ferramenta ou serviço (um fórum, por exemplo) que exponha seu IP.

    ResponderExcluir
  11. Outra coisa,

    Sabendo o seu MAC o invasor pode achar você a qualquer hora, não importando quantas vezes você mude o IP. E só esperar pela sua primeira mancada. Em investidas mais eleboradas ele pode até se passar por você (MAC spoofing).

    ResponderExcluir
  12. Valeu pela tirada de dúvida, Jefferson!

    Acho que na dúvida é melhor riscar o serial number mesmo.

    No caso do MAC chega a ser assustador! Quanta coisa que dá pra fazer (mas, claro, tem que ser bem esperto pra conseguir).

    ResponderExcluir
  13. Rafa,

    Sabendo o IP pelo menos uma vez, é possível obter o MAC e daí poder achar o indivíduo indefinidamente. Eu não sei qual a dificuldade disso pela Internet, mas nos testes que fiz em rede local TCP/IP isso foi facílimo.

    Quanto mais informação o invasor tiver, mas fácil é para ele. Saber o MAC e até a marca/modelo do modem ADSL, por exemplo, é um prato cheio. Isso não é divulgado ao público leigo mas se você souber onde procurar vai achar tópicos em fóruns só falando sobre vulnerabilidades em modems.

    E se você usar a senha default do seu modem ele nem vai precisar se esforçar muito. Muitos modems permitem por default a administração remota (quando o certo é permitir apenas solicitações de endereços locais). Assim o cara lá na Rússia entra no web browser do seu modem, desliga seu firewall, modifica o funcionamento do NAT, descobre qual o IP interno da máquina que você está usando no momento, abre portas específicas direto para ele ou coloca o seu IP na DMZ e por aí vai...

    E ainda troca a senha do modem para te dar um nó.

    E olha que eu entendo ZERO de segurança de redes.

    ResponderExcluir

Siga as regras do blog ou seu comentário será ignorado.